publicado dia 08/02/2018

Fique atento! Saiba como denunciar o trabalho infantil no Carnaval

por

Atualizado às 12h14 do dia 25/02/2019

Os próximos dias são de Carnaval, com muita festa e folia por todo o Brasil. Mas não podemos nos esquecer dos cuidados e dos direitos da infância.


Precisamos denunciar o trabalho infantil para ajudar a acolher esses meninos e meninas.
 Nesta época do ano, muitas crianças e adolescentes trabalham vendendo bebidas alcoólicas nos bloquinhos, carregam caixas pesadas de alimentos, passam horas a fio debaixo de sol quente, sem qualquer proteção.

Como denunciar?

A ideia não é perseguir as famílias, muitas vezes em condições de grande vulnerabilidade social, mas conseguir comunicar a assistência social, os conselhos tutelares e toda a rede de proteção da infância e da adolescência, a fim de proteger as vítimas da exploração.

Ao suspeitar que uma criança esteja trabalhando, denuncie. Nem sempre o trabalho infantil é facilmente detectado pelas autoridades.

  •  Disque 100 em caso de lugares fechados, como bares, restaurantes e outros. A ligação é gratuita, e o canal encaminha o caso para a rede de proteção.
  • Se você estiver na cidade de São Paulo, ligue 156, válido para casos nas ruas e espaços públicos. 
  • Você também pode registrar a sua informação on-line, por meio da plataforma SP156:

Proteja Brasil (que indica as sedes dos conselhos tutelares mais próximas a você)
Versão Android | Versão iOS

MPT Pardal (ferramenta de investigação do Ministério Público do Trabalho aberta ao público)
Versão Android | Versão iOS

 

Carnaval 2018: Conheça a campanha “Respeitar. Proteger. Garantir”