publicado dia 07/05/2019

Conheça as campanhas contra o trabalho infantil da Rede Peteca

por

As campanhas realizadas pela Rede Peteca – Chega de Trabalho Infantil têm por objetivo sensibilizar, mobilizar e engajar a sociedade em torno do combate ao trabalho trabalho infantil e da promoção do trabalho decente.

Fazem parte de uma estratégia de incidência pública (advocacy) e Comunicação para o Desenvolvimento, que pressupõe o uso de diferentes ferramentas e plataformas de comunicação para a promoção de direitos, impacto social e o desenvolvimento integral dos indivíduos.

Confira abaixo as ações realizadas:

Shopping Metrô Santa Cruz – 2019

Localizado na Vila Mariana, zona sul da cidade de São Paulo, o Shopping Metrô Santa Cruz lançou uma nova estratégia voltada para a prevenção e erradicação do trabalho infantil.

Desenvolvida em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social de São Paulo (SMADS) e a Rede Peteca – Chega de Trabalho Infantil, a iniciativa consiste em disponibilizar uma equipe social do próprio shopping para realizar a abordagem de crianças e adolescentes em situação de violação de direitos e de trabalho infantil dentro do estabelecimento. Paralelamente, está sendo realizada uma campanha de comunicação tendo como público-alvo consumidores e lojistas.

 

 

Grito de Carnaval – fevereiro de 2019


Campanha “Escolha Ver” foi uma ação contra a exploração sexual de crianças e adolescentes visou sensibilizar a sociedade para o fato de que essa violação é também uma das piores formas de trabalho infantil.

Ato no Anhangabaú, Centro de São Paulo, reuniu mais de mil crianças e adolescentes atendidos pelos serviços da assistência social em toda a capital, em uma programação com grande diversidade de atrações culturais preparados pelos próprios equipamentos da rede.

Campanha foi realizada em pareceria pela Rede Peteca, Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) e Comissão Municipal de Enfrentamento à Violência, Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes (CMESCA).

 

Moda Sem Trabalho Infantil – outubro de 2018

Homem boliviano segura folder da campanha trabalho infantil na indústria da moda.

Pai boliviano em escola da capital paulista contemplada na campanha.

Na semana da em São Paulo Fashion Week (SPFW), mais importante evento de moda do Brasil, foi realizada distribuição de material informativo sobre o trabalho infantil na indústria têxtil em oito escolas públicas da capital paulista que tradicionalmente concentram oficinas de costura na cidade de São Paulo. Posteriormente, também foi realizada roda de conversa em uma das escolas, em uma iniciativa de aproximar a escola da rede de proteção, em especial a assistência social.


campanha trabalho infantil na moda frente

Copa Sem Trabalho Infantil

Orientadora social abordagem clientes de bar em mesa na Vila Madalena

Orientadora social distribui material informativo a clientes de bar na Vila Madalena. Crédito: Tiago Queiroz/Rede Peteca.

Crédito: Tiago Queiroz/Rede Peteca.

 

Realizada entre o dia 12  de junho, Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, até o fim da Copa do Mundo de 2018, a campanha distribuiu flyers e cartazes nas regiões boêmias da cidade nos dias de jogos do Brasil, visando identificar crianças em situação de trabalho infantil, sensibilizar frequentadores e comerciantes.

Cerca de 700 orientadores socioeducativos da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) distribuíram os materiais nas ruas da capital entre os dias 12 de junho e 15 de julho. Além do material impresso, também circularam nas redes sociais GIFs e um vídeo, também reproduzido em bares de toda a cidade e no telão da Arena Corinthians, durante partida oficial. O aplicativo de transportes Cabify também participou da campanha, usando a hashtag #chegadetrabalhoinfantil para descontos, e o ilustrador Lucas Levitan fez uma arte exclusiva para a ação.

 

 

Mobilize suas Redes Contra o Trabalho Infantil

Campanha contra o trabalho infantil permanente realizada ao longo de 2017, envolvendo artistas, personalidades e a sociedade civil em um grande movimento online, que utilizou a hashtag #chegadetrabalhoinfantil.

 

 

 

posts_facebook