publicado dia 22/12/2017

Retrospectiva 2017: O poder da educomunicação no combate ao trabalho infantil

por

Como as crianças enxergam o trabalho infantil no campo, nas grandes metrópoles e na região litorânea?

Em busca dessas respostas, meninos e meninas de 9 a 13 anos participaram das oficinas de educomunicação do Projeto Pedra, Papel e Tesoura, idealizadas pelo Canal Futura. No segundo semestre de 2017,  a iniciativa, levada a São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, contou com a parceria da Cidade Escola Aprendiz, que também desenvolve a Rede Peteca – Chega de Trabalho Infantil junto ao Ministério Público do Trabalho.

Nesta etapa, o projeto desembarcou em Cabo Frio – RJ,  Setubinha – MG e São Paulo – SP, com dois dias de atividades ministrada pelos educadores Paulo Emilio Pucci, Fabiana Cecy Magalhães e Maria Correa e Castro. Em sala de aula, meninos e meninas foram convidados a fazer um roteiro sobre os malefícios do trabalho precoce. As histórias em quadrinhos criadas serão transformadas em animações pelo Canal Futura.

A exibição dos desenhos está prevista para o primeiro trimestre de 2018. O Kit PPT ainda é composto por uma cartilha com textos de especialistas em direitos humanos e na área da infância e adolescência, além de sugestões de atividades para abordar o trabalho infantil em sala de aula.

Relembre a cobertura especial!

Cabo Frio (RJ)

Canal Futura e Cidade Escola Aprendiz iniciam parceria contra o trabalho infantil

Segunda etapa do projeto Pedra, Papel e Tesoura leva oficinas de educomunicação e quadrinhos a escolas da Região Sudeste, com foco no combate ao trabalho precoce.

Canal Futura e Rede Peteca iniciam parceria contra o trabalho infantil Segunda etapa do projeto Pedra, Papel e Tesoura leva oficinas de educomunicação e quadrinhos a escolas da Região Sudeste, com foco no combate ao trabalho precoce. Crédito: Ana Luísa Vieira

Crédito: Ana Luísa Vieira

Setubinha (MG)

Crianças e adolescentes do interior de Minas Gerais refletem sobre a gravidade do trabalho infantil

Segunda etapa do Projeto Pedra, Papel e Tesoura, parceria do Canal Futura com a Cidade Escola Aprendiz, promoveu oficinas em Setubinha (MG) para debater o trabalho ilegal.

Crianças da Escola Leonor Esteves Lima, localizada no povoado de Palmeiras, em Setubinha (MG), recebem oficina de educomunicação e histórias em quadrinhos para o combate ao trabalho infantil. O material faz parte do Projeto Pedra, Papel e Tesoura, parceria do Canal Futura com a Cidade Escola Aprendiz.

Crédito: Ana Luísa Vieira

São Paulo (SP)

Em oficina de quadrinhos, alunos debatem o trabalho infantil em São Paulo

Projeto Pedra Papel e Tesoura encerra os encontros na Região Sudeste ao reunir alunos da maior cidade brasileira para debater o trabalho precoce na metrópole.

Crédito: Ana Luísa Vieira