publicado dia 09/11/2017

Marcelo Nascimento conversa com a líder do Movimento Mães da Sé, que busca desaparecidos

por Marcelo Nascimento

Em sua nova coluna para a Rede Peteca, Marcelo Nascimento conversa com a fundadora do Movimento Mães da Sé, Ivanise Esperidião, que há 20 anos ajuda mulheres a encontrar seus filhos e parentes, cobra autoridades por melhores políticas públicas e ampara das famílias.

Na conversa, Ivanise critica a falta de responsabilização pelas crianças por parte do Estado. “O Estado é omisso, é negligente. Somos nós que vamos atrás das informações”, diz. A líder, que também busca uma filha desaparecida em 1995, traz informações sobre a legislação que protege a famílias e cobra que as autoridades respeitam o que está previsto na Constituição, no ECA e na Lei da Busca Imediata, que determinada que a polícia trate com urgência queixas de desaparecimento nas delegacias.

O que diz a Constituição

Art. 227. É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão

No vídeo, gravado na própria Praça da Sé, você vai conhecer mais sobre o drama dessas mães e poderá refletir sobre como a sociedade, assim como o Sistema de Garantia de Direitos, pode dar uma resposta mais humana a aqueles que sofrem todos os dias na busca por um ente querido.